Heróis derrotados

Heroes explodiu na sua estreia, muitas pessoas repetiram mundo afora o bordão “Save the Cheerleader Save the World” e todos esperavam muito, mas muito mais desta série. A produção foi a mais aguardada no ano de 2007. Heroes é uma aventura que gira em torno de pessoas comuns de diferentes partes do mundo que se descobrem portadores de habilidades extraordinárias.



Os poderes se manifestam nos “heróis” depois de um eclipse total. Um professor de genética, que investiga o desaparecimento do pai, descobre uma teoria secreta que lhe revela a existência de pessoas com poderes especiais vivendo entre nós. Como em toda produção, o bem e o mal disputam espaço, um planeja dominar o mundo enquanto o outro tenta a todo custo salvá-lo.

Sylar é o principal vilão, perverso e com sangue frio, mata outros portadores de habilidades para se apossar dos poderes. Contra ele existe uma turma de mocinhos. Hiro é um simples funcionário de escritório no Japão, até que descobriu que pode controlar o tempo. Parker exerce a carreira de policial, mas passa por um momento turbulento em sua vida e é então que começa a ouvir o pensamento das pessoas ao seu redor. Peter e Nathan são irmãos, o último é um congressista que tem a habilidade de voar, já Peter absorve os poderes daqueles que encontra, sem tirá-los de seus donos, é capaz de voar, ouvir pensamentos, controlar o tempo, etc. Claire tem a capacidade de se regenerar, Micah é um garoto que manipula tecnologia e a lista continua. Esses personagens estão um passo à frente na evolução da humanidade e seus destinos já foram traçados. O objetivo da série é desvendar os mistérios e segredos dos heróis a cada episódio, mas a audiência atual da quarta temporada indica que não tiveram sucesso.

Recentemente Heroes entrou para a lista das piores séries da década. Não bastasse entrar na lista, ficou com o primeiro lugar. Séries que geram muitas expectativas tendem a decepcionar. Confesso que sou uma das decepcionadas, parei na terceira temporada e não consigo assistir mais, sempre coloco outra série na frente.

São inúmeros personagens, que geram inúmeras tramas e mistérios. Essa soma tem como resultado a confusão. As histórias já não fazem sentido e os pobres personagens estão perdidos. Uma produção que estreou para mais de 15 milhões de pessoas nos Estados Unidos, hoje não é vista por seis milhões de telespectadores. Tamanha baixa na audiência provocou burburinhos de cancelamento. Boatos dizem que o canal que veicula a atração já conversou com os produtores da série, para que eles preparem a finalização da série para maio de 2010.

Comente com o Facebook: