Um mundo diferente

Nossa vida nunca é fácil, pobre ou rico, esperto ou não, com estudo ou não, sempre temos problemas, obstáculos no caminho, como dizem. Na vida de alguns eles são mais constantes, aparecem um atrás do outro e, às vezes, é difícil manter o pensamento positivo. Sinceramente, acho que por isso sou tão viciada em séries, consigo escapar do meu mundo e viver um outro completamente diferente, mas não livre de problemas, vale ressaltar.
how_i_met_your_mother_1
Consigo ser parte de uma família unida, de uma outra que é completamente louca e ainda de outra formada por amigos. Vivo com vampiros, médicos, enfermeiras, policiais e por aí vai. E o mais importante de tudo é que me divirto com eles e muito. Barney Stintson, de How I Met Your Mother, é um dos meus preferidos, sempre me faz rir, quase nunca se deixa abalar. Lorelai, de Gilmore Girls, é o exemplo se mãe que eu gostaria de ser e Adam, de Parenthood, seria o irmão mais velho a quem eu iria recorrer sempre que precisasse.
Não falta aventura, como as dos personagens de Lost, Flash Forward, e mistérios como os encontrados em Fringe e Supernatural. Nunca fica entediante e é cercado por várias fofocas, como as de Blair e sua turma em Gossip Girl. Algumas trazem mensagens, lições, algo no que pensar ou então só lhe remetem a um outro lugar mesmo, longe de tudo.
StarsHollow2

Já morei no Upper East Side, em Los Angeles, Stars Hollow, Orange County, em um hospital, em um carro e até mesmo em lugares escuros, profundos onde a claridade não pode chegar. Minha família é imensa e viciante. Creio que assim continuará.

Comente com o Facebook: