Salt

Salt

Um sábado à noite, depois de muitos afazeres no dia, aquela chuva lá fora, nada melhor que um filminho para completar, não é? O escolhido foi Salt. Um filme de ação protagonizado por uma mulher, o que já promete uma abordagem diferente, e Angelina Jolie no papel dessa protagonista dá certa credibilidade à produção, mas Salt não me convenceu completamente. Não amei, nem odiei.

No filme, Evelyn Salt jurou servir e honrar seu país, passou maus bocados por isso e agora trabalhando como agente da CIA é colocada à prova ao ser acusada por um desertor russo de ser uma espiã russa infiltrada. A partir daí a produção mexe com a cabeça do espectador, pois Salt foge desesperadamente de seus colegas, nos deixando em dúvida se por ser culpada ou se para provar sua inocência.

salt Em um papel escrito inicialmente para Tom Cruise, Angelina interpreta uma mulher forte, digna de bater de frente com outros grandes nomes dos filmes de ação. Salt fabrica bombas em um piscar de olhos, pula de um caminhão em movimento para outro, o que inclusive traz uma das cenas mais sem noção – policiais experientes atirando em um caminhão em movimento em uma estrada hiper movimentada.

Mas não posso negar que o filme é cheio de adrenalina e das famosas cenas exageradas, comuns na maioria dos filmes assim. Angelina faz muito bem o papel e o final reserva uma surpresa, além de um toque de to be continued... Enfim, se você está de bobeira, não é super exigente com os filmes que vê e quer ele como um passatempo, vai nessa.

1279225191_small_476705

Beijos e ótima quarta! ;)

Comente com o Facebook: