[Dia dos Namorados] Meus filmes românticos favoritos

coracao

Feliz Dia dos Namorados, pessoal. Essa data deixa quase todo mundo mais apaixonado, né? Corações estão espalhados por todos os lados, flores, presentes, jantares e declarações, ah o amor. O amor é lindo e tudo de bom, tanto na vida real quanto nas telonas, lá podemos suspirar com tantas histórias, tantos desdobramentos, que é quase melhor, não fosse ficção. Então, para o dia de hoje decidi escolher meus cinco filmes românticos favoritos, só os com finais felizes, mas quem disse que eu consegui ficar em cinco?

  • Como se fosse a primeira vez

Como Se Fosse a Primeira Vez

Tem como não amar esse filme? Eu não consigo. E digo mais, toda vez que eu zapeio nos canais e ele está reprisando, assisto mais uma vez. Já perdi as contas faz tempo de quantas vezes eu o revi. Amo, adoro, sei até algumas falas decor e sempre me emociono. Porque é tão lindo e surreal, pouco provável, ainda mais nos dias de hoje, que um cara conquiste a mesma mulher todos os dias. Aiai, suspiros. No domingo ainda vi ele de novo. O maridão que achou na TV e já deixou por lá. ♥ O filme é de 2004.

Sinopse:  Henry Roth (Adam Sandler) é um veterinário paquerador, que vive no Havaí e é famoso pelo grande número de turistas que conquista. Seu novo alvo é Lucy Whitmore (Drew Barrymore), que mora no local e por quem Henry se apaixona perdidamente. Porém há um problema: Lucy sofre de falta de memória de curto prazo, o que faz com que ela rapidamente se esqueça de fatos que acabaram de acontecer. Com isso Henry é obrigado a conquistá-la, dia após dia, para ficar ao seu lado.

  • O amor não tira férias

amor férias

Esse é outro filmes que eu não canso de rever, é lindo! Não só pelos romances que iniciam e se desenrolam, mas também pelas lições aprendidas, pelas amizades criadas. Amo a amizade e cumplicidade de Iris e Arthur, aquela cena dele indo receber a homenagem é de arrepiar. Um filme de muito bom gosto e excelente. Um dos meus favoritos, com certeza. Produção de 2006.

Sinopse: Iris Simpkins (Kate Winslet) escreve uma coluna sobre casamento bastante conhecida no Daily Telegraph, de Londres. Ela está apaixonada por Jasper (Rufus Sewell), mas logo descobre que ele está prestes a se casar com outra. Bem longe dali, em Los Angeles, está Amanda Woods (Cameron Diaz), dona de uma próspera agência de publicidade especializada na produção de trailers de filmes. Após descobrir que seu namorado Ethan (Edward Burns) não tem sido fiel, Amanda encontra na internet um site especializado em intercâmbio de casas. Ela e Iris entram em contato e combinam a troca de suas casas, com Iris indo para a luxuosa casa de Amanda e esta indo para a cabana no interior da Inglaterra de Iris. Logo a mudança trará reflexos na vida amorosa de ambas, com Iris conhecendo Miles (Jack Black), um compositor de cinema que trabalha com Ethan, e Amanda se envolvendo com Graham (Jude Law), irmão de Iris.

  • Cartas para Julieta

Cartas para Julieta 

Esse é um amor mais recente, apesar do filme ser de 2010. Demorei para conferir, mas fui fisgada instantaneamente. O cenário é divino, o enredo bem trabalhado e o romance central é fofo demais, sem comentar do romance que envolveu a carta para Julieta. O filme é um primor. Lindo, lindo, lindo – assim como Charlie, diga-se de passagem. O elenco também é muito bom e tem até o Gael García Bernal, ator que gosto muito. A fofa da Amanda Seyfried também conta muito.

Sinopse: Jovem americana viaja para Verona, Itália, a famosa e inspiradora cidade onde foi criada a personagem Julieta Capuleto - sim, aquela da clássica obra "Romeu e Julieta". É neste local que ela descobre um grupo de pessoas que costuma responder às cartas - deixadas num muro - daqueles em busca de conselhos sobre o amor. A garota então responde a uma dessas cartas, datada de 1951, o que acaba inspirando a autora a viajar para a Itália em busca daquele que sempre foi sua verdadeira paixão. O fato também desencadeia uma série de eventos que irá mudar a vida de todos.

love

  • Muito bem acompanhada

muito bem acompanhada

Primeiro de tudo, tem Maroon 5 na trilha sonora! Estou ficando repetitiva, mas esse é um filme que eu amo rever. Dermot Mulroney está charmosérrimo na trama e trabalha super bem como “garoto de programa”. Ele e Debra têm uma química muito legal em cena e o enredo é bem fofinho. Adoro o final, sempre suspiro e rio sozinha. Favorito há tempos. Ah, vale lembrar que ele estreou no Brasil em 2005.

Sinopse: Há 2 anos Kat Ellis (Debra Messing) foi abandonada no altar. Agora sua irmã, Amy (Amy Adams), está prestes a se casar e terá como padrinho de casamento justamente seu ex-noivo. Decidida a demonstrar ter superado o abandono, Kat contrata Nick Mercer (Dermot Mulroney) como seu acompanhante no casamento. O que Kat não esperava era que Nick conquistasse a simpatia de sua família, demonstrando ser um genro perfeito e objeto de desejo de qualquer mulher. Aos poucos ela nota que a relação que possui com Nick, que era para ser de fachada, torna-se cada vez mais séria. 

love2

  • Como perder um homem em 10 dias

dvd-como-perder-um-homem-em-10-dias-sebo-do-joao_MLB-F-3140813016_092012

Rá, adivinhem? Adoro rever esse filme, me divirto horrores com as peripécias de Andie e também de Ben (BuhBuh). Amo! Não perco a chance de rever esses dois brincando de gato e rato, um tentando acabar com o relacionamento e o outro tentando manter. É uma delicinha, que eu aprecio desde 2003.

Sinopse: Ben Barry (Matthew McConaughey) é um publicitário que faz uma grande aposta com seu chefe: caso faça com que uma mulher se apaixone por ele em 10 dias ele será o responsável por uma concorrida campanha de diamantes que pertence à empresa. A vítima escolhida por Ben é Andie Anderson (Kate Hudson), uma jornalista feminista que está desenvolvendo uma matéria sobre como perder um homem em 10 dias e está decidida a infernizar a vida de qualquer homem que se aproximar dela. Ambos se conhecem em um bar, sendo que escolhem um ao outro como alvo de seus planos. 

  • 10 coisas que eu odeio em você

10 coisas que eu odeio em você

Esse é um amor antigo, lá de 1999. Nossa, eu andava com o poema do filme escrito em apostilas, cadernos e afins. Recentemente a TV por assinatura reprisava umas três vezes por semana, não lembro o canal, mas sempre via um pedacinho. Essa modernização de A Megera Domada sempre fez sucesso, Kathy é uma carrancuda, mas uma amadinha. Principalmente quando toma um porre e dança em cima da mesa. E Patrick, ah o Patrick, sem dúvidas minha parte preferida dele é a performance de “I love you baby…”.

Sinopse: A situação está tensa na casa dos Stratford. Bianca (Larisa Oleynik) não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai (Larry Miller) não permite que ela saia com garotos. Após muita insistência, o pai toma uma resolução: Bianca pode namorar, desde que sua irmã, Katharina (Julia Stiles), namore também. Só que Katharina é uma verdadeira megera, que não tem amigos na escola nem em lugar algum. Para resolver a questão, Cameron (Joseph Gordon-Levitt), apaixonado por Bianca, resolve custear Patrick Verona (Heath Ledger) na tentativa de fazer com que Katharina se apaixone por ele.

love3

  •  Cidade dos Anjos

dvd-cidade-dos-anjos-nicolas-cage-meg-ryan_MLB-F-216538620_4647

Eu prometi a mim mesma que só colocaria filmes com finais felizes, mas não tenho como deixar para trás esse que é meu romance preferido de todos os tempos. Esse deve ser um dos filmes com mais quotes pela internet, aiai. Jamais assisti esse filme sem chorar, já começo a chorar logo que ele pega carona com o caminhoneiro e Iris, do Goo Goo Dolls, começa a tocar. Apesar do final não ser como esperamos, o filme ensina uma lição valiosa. O tempo é curto, nossa vida é passageira e precisamos dar valor a todos os momentos. ♥ O filme é de 1998.

Sinopse: Em Los Angeles, uma dedicada cirurgiã (Meg Ryan) fica arrasada quando perde um paciente durante uma operação, no mesmo instante em que um anjo (Nicolas Cage), que estava na sala de cirurgia, começa a se sentir atraído por ela. Em pouco tempo ele fica apaixonado pela médica e resolve ficar visível para ela, a fim de poder encontrá-la frequentemente, o que acaba provocando entre os dois uma atração cada vez maior, apesar dela ter um sério relacionamento com um colega de profissão. O ser celestial não pode sentir calor, nem o vento no rosto, o gosto de uma fruta ou o toque da sua amada, assim ele cogita em deixar de ser um imortal para poder amar e ser amado intensamente.

cidade_dos_anjos

Muito outros filmes pipocaram na minha cabeça para aparecer aqui, por exemplo, Dirty Dancing, O Casamento do Meu Melhor Amigo e Meu Primeiro Amor, mas aí o post ficaria enorme!!  Vocês conseguem eleger um favorito ou a lista é enorme como a minha?

Beijos e que a quarta-feira seja de muito amor. ♥

PS: As sinopses foram retiradas do Filmow e as imagens encontradas no Oráculo (Google).

Comente com o Facebook: