Assisti ao piloto e…

Quem leu meu post na sexta viu que eu adicionei duas séries na minha grade na semana passada. Acontece que eu adicionei outra na semana anterior e assim fiquei com mais três séries para acompanhar. Foram elas: Under the Dome, Elementary e Bates Motel. Para não fazer um post separado de cada, o que ia demorar e ficar repetitivo o mesmo post por três segundas, vou comentar minhas impressões todas aqui. Divirtam-se comigo!

Under the Dome*

Under the Dome *Parte do texto que escrevi para o Viagem Literária na semana passada.

Chester’s Mill é uma típica pequena cidade, todos se conhecem, sabem da vida um do outro, tem aquele restaurante/lanchonete que é frequentado pela cidade toda, uma polícia que quase nunca precisa atender alguma ocorrência, etc e tal. Então, tudo que ocorre de diferente chama a atenção. Imaginem o espanto dos moradores quando de repente uma espécie de muro invisível cerca toda a cidade. Pânico total! Ainda mais que fatos estranhos começam a acontecer, como pessoas que desmaiam e falam sobre estrelas se alinhando. Tudo muito esquisito. Algo assim pode fazer as coisas realmente saírem do controle, por isso, um grupo de pessoas toma as rédeas da situação para manter a paz e a ordem, tentando descobrir o que é aquela coisa que os separa do resto do mundo e como escapar dela. Se vão conseguir ou não, só os próximos episódios para mostrar! Ou algum amigo “spoilento” que já leu o livro para lhes contar.

Eu realmente gostei muito do piloto. Os efeitos especiais dão um show à parte, incríveis! Em uma cena, por exemplo, um caminhão colide com a barreira invisível e é completamente destruído, de forma perfeita! Em outra, uma vaca é cortada ao meio quando a redoma se instala no lugar. Curiosidade: assisti durante o almoço e agradeci por não estar comendo carne naquele momento. Fiquei mais curiosa com Barbie, apelido de um cara de fora que aparece enterrando alguém nos arredores da cidade e não consegue sair antes de a redoma estar sobre ela. Ele ajuda um garoto e por conta disso é considerado boa gente. No fim do episódio descobrimos quem ele matou, mas o motivo não. Mistério!

Barbie

Há também um rapaz, filho do vereador da cidade – que também esconde más intenções, mesmo parecendo o melhor cara do lugar -, que é obcecado por uma garota local e tem uma mente bem perturbada. Enfim, são muitos personagens mesmo, cada um capaz de acrescentar algo à trama. Estou ansiosa para conferir mais e recomendo para quem curte ficção científica e todas as loucuras capazes de serem criadas pela mente de Stephen King. Dizem por aí que os produtores não farão o final como o do livro, mas isso pode ser só uma estratégia para despistar o pessoal e não perder a audiência de quem já leu.

Já assisti ao segundo episódio também – os dois tiveram uma audiência fantástica lá nos EUA – e continuei gostando. Só espero que alguns mistérios comecem a ganhar respostas logo e não fiquem só nos enrolando. É incrível como algumas pessoas não são o que parecem ser naquele lugar. Um cara que se mostra completamente querido pela comunidade é bem do sacana e até o padre é corrupto. Um incêndio marcou o episódio e deixou todo mundo preocupado, por onde a fumaça sairá se eles estão sob uma redoma? Entre um furinho e outro – como ninguém notou que a chata da personagem da Britt Robertson sumiu? – a série está me ganhando cada vez mais.

Já me disseram que a história da série está se desenrolando bem diferente do livro, Barbie não começa matando ninguém por lá e o marido da policial não fica do lado de fora da redoma. Entre outras coisinhas. Acho bem legal, porque assim a surpresa atinge também quem já leu o livro de mais de 900 páginas do Stephen King, no qual a série foi baseada.

Trailer aqui, porque o Youtube está me trollando faz tempo.

Elementary

Elementary

Há tempos eu queria conferir essa série. Tinha visto um ou outro pedaço de episódio e Sherlock Holmes sempre foi um personagem que me instigou, interessou, chamou a atenção. Ele vivendo na atualidade e com uma Watson mulher ao seu lado só aumentou minha curiosidade. Lucy Liu e Jonny Lee Miller apresentaram bastante química no piloto, se é que Sherlock permite isso. Gostei muito dos personagens e não estranhei nadinha Watson ser mulher. Acho irreverente, divertido.

Sherlock é uma figura!! Recém-saído de uma clínica de reabilitação por uso de drogas, seu pai o mandou para os Estados Unidos, mais especificamente Nova York, e contratou uma “babá” para ficar de olho nele 24 horas por dia. Se sair da linha, Holmes fica na rua, sem nada. Watson logo se interessa pelo trabalho de consultoria que Holmes faz com a policia local e não demora para pegar pistas e pensar rápido. Os dois são ótimos. Brigaram bastante, mas também se gostaram. O piloto com certeza me animou a ver mais, principalmente o sotaque de Holmes e suas maluquices, adoro! Na sexta devo fazer uma maratona, já que o maridão tem compromisso.

Outra trollada depois, vocês podem conferir o trailer aqui.

Bates Motel

Bates

O Universal Channel  começou a transmitir a série na última quinta-feira. Ela já tem dez episódios exibidos, se eu não me engano. Eu queria assistir, mas não baixei e quando anunciaram na TV, decidi conferir. O piloto foi bem tenso e teve até uma cena de estupro que mexeu demais comigo e me fez virar quase uma assassina, como Norma Bates. Os dois são muito estranhos, mãe e filho. São de arrepiar. Sabem? Norma e Norman mudaram-se para uma cidadezinha para administrar o novo negócio da família, um motel na beira da estrada. A mudança foi necessária e bem-vinda, pelo menos para Norma, depois que seu marido morreu.

Mudar nunca é fácil, mas até que Norman se enturma. O problema é a mãe, que o segura debaixo de sua asa que chega a sufocar. Ele não pode fazer nada, seja porque ela não deixa ou porque o manipula. Incrível. Mas então ele se rebela e logo quando não está em casa, algo ruim acontece. Ele chega a tempo e depois algo pior ainda muda o rumo dos dois. Nossa! A introdução da série é muito tensa, o clima é tenso, aquela casa parece assombrada e a cidade também tem todo um ar de “perigo!!”. Por trás de cada personagem aparece uma grande interrogação, parece que todo mundo guarda um segredo. Fiquei curiosa e vou continuar nessa onda. Vale lembrar que passa todas as quintas-feiras, às 22h.

Vocês podem conferir o trailer aqui.

Beijos e uma ótima segunda-feira, um maravilhoso início de semana!!

Comente com o Facebook: