[Cinema] Meu passado me condena

passado condena 

A convite de uma amiga fui assistir na segunda-feira uma das estreias nacionais nas telonas: Meu passado me condena, com Fábio Porchat e Miá Mello. O filme é a adaptação da série de televisão de mesmo nome, veiculada pelo Multishow e escrita por Tati Bernardi. A trama do filme é a mesma da série: os atores formam um casal que acaba de se casar, um mês depois de se conhecer.

passado 3

O enredo do filme mostra a lua-de-mel dos pombinhos, que, eu achei pura irresponsabilidade, casaram minutos antes de embarcar no cruzeiro que os levaria para a Europa. Fábio é mega pão-duro e Miá, uma jornalista de economia, é bem gastadeirinha. A primeira decepção ao entrar no cruzeiro é ver que a suíte máster que ela pensou que teria não passava de um quarto mixuruca. E ai dela se bebesse ou fizesse algo que estava fora do pacote, Fábio pirava. Ou seja, ele fez ela passar vergonha algumas vezes. Mas o maior problema ainda estava para aparecer, Beto, o ex-namorado de Miá, estava a bordo, ficou podre de rico e ainda nutria sentimentos por ela, mesmo casado com a garota dos sonhos de toda a época escolar de Fábio. Como disseram os coadjuvantes Wilson e Suzana: vai dar me$%#.

os ex Os ex!

Fábio, inicialmente se encanta com Beto, admira o cara que tem especializações em universidades dos Estados Unidos, é gente boa e ainda por cima os convida para um jantar VIP – na faixa. Mas a atitude muda completamente quando ele descobre que Beto e Miá já namoraram e pela boca do ex ainda. Mas Fábio também esconde da esposa o segredo de ter sido apaixonado por longos anos pela esposa do cara, Laura. Um segredo aqui, uma mentira ali e o casamento recém-formalizado de Fábio e Miá pode afundar oceano abaixo.

O filme é despretensioso, como toda comédia misturada com romance, tem aqueles inevitáveis clichês e rende algumas boas risadas. Principalmente com o medo do Fábio de o navio afundar, das suas dores de cotovelo em relação ao ex da esposa, que além de ser tudo que já comentei, é bem dotado também - apesar de ser arrogante e achar que o mundo gira em torno dele por ele ser rico e poderoso. Odeio gente assim, mas depois ele até que se redime um pouco.

Como se não bastasse essa encrenca de ex-namorados e ex-paixões, Fábio ainda leva para o navio, depois de uma parada no Marrocos, um do melhores amigos desde a infância, o Cabeça, que de cabeça não tem nada e acaba transformando o comportamento de Fábio para pior. Poxa, é uma lua-de-mel!!! Encrencas por todo o lado, o casal protagonista tem que descobrir como passar por cima dos obstáculos, ainda mais que eles apenas se conhecem há um mês e acabaram de casar, têm muito chão pela frente.

passado2

Suzana e Wilson, que trabalham no navio, dão um tempero à confusão. Doidos para ganhar dinheiro e largar aquela vida de trabalho em alto mar, eles planejam golpes e esquemas, mas depois se arrependem das consequências. São bem engraçados! Não morri de rir o filme todo, mas quase e consegui me divertir bastante durante as quase duas horas que passei no cinema. Às vezes queria pegar Fábio pelo colarinho e dar uns sacodidões, mas ele não era o único errado na situação.

passado 4 Wilson e Suzana

Quem gosta do gênero vai curtir, quem já prefere filmes mais cheios de conteúdo, deve passar longe. O intuito aqui é diversão e, pelo menos comigo e minha amiga, ele conseguiu atingir seu objetivo, rimos bastante e saímos do cinema satisfeitas.

Curiosidades

  • O filme marcou a estreia da diretora Julia Rezende no cinema.
  • A produtora Mariza Leão e a diretora Julia Rezende, mãe e filha na vida real, embarcaram em um cruzeiro de três dias no navio Costa Favolosa, onde as filmagens ocorreriam. A intenção de ambas era fazer a marcação das cenas que seriam gravadas e perceber como os tripulantes poderiam interagir com o elenco.
  • É o primeiro filme brasileiro rodado inteiramente dentro de um cruzeiro real. O navio partiu do Rio de Janeiro e esteve também em Ilhéus, Salvador, Recife, Maceió, Fortaleza, Casablanca (Marrocos) e Savona (Itália).

Beijos e uma excelente quarta-feira.

Comente com o Facebook: