Filmes para rever #1

Perdi as contas de quantas vezes assisti (e chorei)  Cidade dos Anjos. Sempre que me perguntam sobre filme preferido é ele que me vem à cabeça, amo os personagens, o enredo e a lição que o filme passa: "Eu preferiria sentir o cheiro de seus cabelos, dar um beijo em sua boca, tocar uma vez em sua mão a passar a eternidade sem isso". Sinto um arrepio só de ler! É, é, sou romântica. O filme é de 1998 e é um dos que não canso de sentar e ver de novo.

cidade-dos-anjos

Anjos, eles estão por toda a parte, cuidando de todos. Não podemos vê-los, mas é bem possível que possamos senti-los, mesmo sem saber. Eles estão ali. E neste filme nos conquistam de jeito. Maggie é médica, linda, feliz e super pra cima, mas isso muda quando ela perde um de seus pacientes. A tristeza de ver uma vida escapando por suas mãos não é algo fácil de superar. No lado oposto está Seth, um anjo que auxilia na “passagem” das pessoas. Ele se encanta com a médica que luta tanto pela vida do paciente e que em certo momento o olha nos olhos.

Adoro o Seth e sua mania de perguntar o que as pessoas mais gostavam quando estavam vivas, tudo devidamente memorizado. Adoro o jeito que ele se deixa ser visto pela Maggie, a coragem de abrir mão da eternidade para se entregar ao amor, ao seu verdadeiro amor, e adoro quando começa a sentir o que é ser humano. As dores, as distâncias, a maldade de alguns, a bondade de outros e, principalmente, o respirar.

Quando ele consegue a carona para o lago e começa a tocar Íris, do Goo Goo Dolls, já começo a chorar. É engraçado, mas é sempre nesse ponto que as lágrimas se manifestam e não aceitam mais ficar ali. E, claro, sempre que Maggie fecha os olhos, abre os braços, olha para cima e mergulha na sua felicidade plena, sempre torço para que daquela vez ela preste mais atenção e veja o caminhão. Queria que eles ficassem mais tempo juntos, aproveitassem mais as maravilhas daquele amor. E mesmo que eu fique triste com esse fim, Seth vem com sua célebre frase e joga longe todas as opiniões negativas e nos faz pensar. Claro que valeu a pena, mesmo que por pouco tempo, ele pôde sentir, tocar e amar aquela mulher. Por isso que não canso de assistir, tenho o DVD em casa e sempre que passa de novo na TV estou lá!

img 

Para completar, a linda letra de Íris:

Legendado por Prih Neves

Comente com o Facebook: