O Milagre – Nicholas Sparks

e3cbc574-0b35-4bc6-8011-76cb6c9064ef

O livro tem muitos ingredientes que despertam a atenção e que tornam uma história em sucesso. O protagonista é um jornalista investigativo, que mora em Nova York: ponto. A protagonista é uma bibliotecária: mais um ponto. E o cenário é uma típica cidadezinha do interior, Boone Creek, pelo menos para mim isso vale mais um ponto. No entanto, ainda não consigo encontrar o motivo deste romance de Nicholas Sparks não ter me conquistado totalmente.

Em O Milagre, Jeremy Marsh é um jornalista que desmarcara charlatães, decifra mistérios e etc. Seu trabalho toma muito de seu tempo, são semanas e semanas viajando, investigando e pesquisando, um dos motivos para o fim de seu casamento. O fim da relação o marcou para sempre e desde a separação ele não sabia mais o que era amar. Vindo de uma família grande, são cinco irmãos, os outros quatro casados e com filhos, a falta de uma companheira o incomodava, principalmente naqueles almoços de família.

Lexie Darnell tem pouco mais de 30 anos, relacionamentos amorosos não são seu forte. Traída e enganada mais de uma vez, tem um cadeado no coração, que não pretendia abrir tão cedo. À frente da biblioteca de Boone Creek há alguns anos, Lexie melhorou bastante o lugar e trabalhava duro para mantê-lo movimentado.

Como a história dos dois se liga? Jeremy, além de manter uma coluna em uma revista científica, ganhou recente fama na TV, e recebera uma carta contando sobre um estranho fenômeno que ocorria em um cemitério. Pelo que se comentava, em algumas noites era possível ver os fantasmas. Como seu trabalho é desvendar este tipo de coisa “sobrenatural”, ele aceitou e rumou para a cidade, onde investigaria e, com sorte e muito trabalho, revelaria o mistério. Isso, a cidade era Boone Creek.

Como o trabalho de pesquisa demanda tempo e onde se melhor pode pesquisar é na biblioteca, Jeremy e Lexie passaram bastante tempo juntos. Gentilezas, cortes e muito sarcasmo depois, uma paixão começa a nascer. Mas a relação é muito complicada, a estadia de Jeremy é curta, os dois saíram machucados de seus últimos relacionamentos e não estão certos da decisão certa a tomar.

O livro é bom de ler e o final é lindo, lindo mesmo. Mas como eu disse acima, algo não me convenceu e algumas coisas me incomodaram nesta edição do livro. Não sei se foi a paixão rápida, ou as brigas com tão pouco tempo de relacionamento, ou a falta de se saber o que quer de ambos, realmente não sei. Quanto ao que me incomodou, vou listar e explicar:

  • A garota da capa é loura, bem loura, e ela deve ser a Lexie, não é? O livro a descreve assim: “... tinha cabelos castanhos que batiam levemente nos ombros.” Isso me incomodou o livro todo e eu até cheguei a pensar que a Lexie não era o par de Jeremy no livro.
  • Erros gramaticais e ortográficos. Em um momento do livro colocaram o nome de Leslie no lugar de Lexie. Erraram o nome da protagonista do livro! Outros errinhos não fizeram diferença na leitura, mas ocorreram. Muitos “com” quando deveria ser “como” e todo o livro está com a ortografia antiga, repleto de tremas e ideia com acento. Para um livro publicado no fim de 2010, isso não deveria ocorrer, pelo menos na minha opinião.

O_MILAGRE_1231211150PCapa da antiga edição, que combina muito mais com a história do livro!

desafiodeferias-bannerv2

Comente com o Facebook: