Fade – Lisa McMann

fade-desvanecer

Assim como Janie é arrastada para os sonhos alheios, eu fui sugada para a continuação de Wake, Fade. Impossível parar de ler quando tanta coisa acontece na vida da apanhadora de sonhos. Cabel continua um fofo e já ganhou um lugar no meu coração, ao lado de Edward que honra!

Como em Wake, Fade tem uma trama com começo, meio e fim, independente da estória da protagonista, que continua no terceiro e último livro (que já comprei, mas ainda não chegou mimimi). Janie agora tem um emprego fixo e secreto. Precisa descobrir sobre o envolvimento de professores com alunos em sua escola e tentará usar os sonhos para conseguir pistas. Enquanto isso Cabel se rói por Janie estar perto de algo perigoso e a possibilidade de algo ruim acontecer com ela abala o relacionamento deles.

Ambos são sozinhos. Janie tem uma mãe, mas nem parece que tem. Ela é quase um vegetal. Para mim, uma inútil que só sabe beber. Pelo menos, até aqui, ela não causa problemas para Janie e nenhum bem também. Bem, e Cabel vive sozinho, não tem mãe, sofreu nas mãos de um pai violento, mas ainda tem um irmão casado que o auxilia quando precisa. Eles não sabem o que é ter amor e, agora que o têm, se preocupam em como será a vida depois, se um dia aquilo que vivem acabar. Mas acho que, afinal, esse medo todo mundo tem.

Enfim, esse livro me causou um pouco mais de agonia do que Wake, acho que porque lá foi tudo mais rápido e menos intenso, enquanto em Fade as emoções são mais fortes. Chorei com Janie, senti um aperto no coração por ela, sofri com ela. E tentei pensar em uma solução, tentar ajudar. Ainda bem que, em partes, a Capitã chegou para fazer isso. E Cabel, nem posso escrever muito sobre ele. Ele me deixou decepcionada, mas depois o entendi e voltei às boas ♥.

O livro teve bem menos erros que o primeiro e não me pareceu tão confuso agora. Talvez por eu ter me acostumado à escrita de Lisa McMann ou talvez por ela estar diferente mesmo. Mas o que não mudou foi a presença da palavra “merda” no livro. Assim como no primeiro a, podemos dizer, expressão foi utilizada e muito. Mas isso não representa um problema para mim.

O fato é que quero saber como termina essa trama e espero gostar do fim. Vou ficar com saudades de Cabel, mas a vida é assim, os personagens queridos vêm e vão. Se ainda não leu, não perca tempo.

desafiodeferiasbannerv23 A resenha é válida para o Desafio de Férias – Garota It.

Beijos e uma ótima terça!

Comente com o Facebook: