127 Horas


Você precisa ter além de estômago forte, uma força incrível à frente de situações difíceis para assistir 127 Horas. O filme é INTENSO, cheio de agonia, alucinação, nervosismo e esperança. E gerou em mim um sentimento de impotência. O filme é baseado em fatos reais e por saber disso acho que sofri ainda mais ao assistir.

A produção relata a aflição de Aron Ralston, vivido brilhantemente por James Franco, um engenheiro/alpinista que em maio de 2003 ficou com o braço preso por uma pedra em uma fenda nas montanhas de Utah. No filme acompanhamos as 127 horas de sua luta pela sobrevivência, que foi, como não podia deixar de ser, difícil, cheia de fortes emoções e lembranças.
A fotografia do filme é linda. E todo o filme é muito bem construído, não há tensão e drama o tempo todo. Aliás, é tão bem construído que passa de descontraído a tenso de forma bem sutil e rápida. De repente acontece. E quando acontece caímos na fenda com Aron, sofremos com ele, alucinamos com ele e temos muita esperança para que tudo aquilo acabe bem, torcemos por ele.

O filme é brilhante. Mistura emoções, nos faz rir e pode até fazer chorar. Super recomendado e merecidamente foi indicado para o Oscar de:
  • Melhor Filme
  • Melhor Ator - James Franco
  • Melhor Roteiro Adaptado
  • Melhor Trilha Sonora
  • Melhor Canção Original - "If I Rise"
  • Melhor Edição

127 Horas foi baseado no livro que conta essa aventura, por pouco, quase fatal de Aron. O livro, claro, chega ao Brasil somente agora, no mês de março, depois do lançamento do filme e todos os elogios.

127 Horas: Uma Empolgante História de Sobrevivência
Autor: Aron Ralston
ISBN: 978-85-98903-25-5
Assunto: Biografia
400 Páginas;

Preço: R$ 39,90

Editora Seoman, 2011


Beijos e uma ótima quarta-feira!

Comente com o Facebook: