E se fosse verdade…

Marc Levy - E Se Fosse Verdade

É incrível como um livro pode ser envolvente. Enquanto demorei três semanas para ler Comer, rezar, amar, levei apenas dois dias para devorar a obra de Marc Levy. O livro inspirou a produção do filme homônimo, que já passou algumas vezes na TV aberta e que já assisti incontáveis vezes, mas as similaridades são poucas entre eles. Quando comecei a ler, já esperava algo do livro. Já que, neste caso, eu assisti ao filme antes de ler o livro. Esperava que Lauren (que no filme é Elizabeth) fosse aparecer no apartamento de Arthur (que no filme é David) e que dali a estória transcorreria como no filme. Ledo engano. Ainda bem, porque foi tudo bem diferente do que eu imaginava. O livro, como já é de se esperar, é muito mais completo, complexo e igualmente apaixonante à versão das telonas. Mas com um pouco menos de humor.

Nele conhecemos um Arthur sereno, com um passado interessantíssimo e bem trabalhado. Adorei conhecer a mãe maravilhosa que Arthur teve, saber sobre sua relação com ela. Seu passado naquele pequeno paraíso. Aliás, ao contrário do filme, aqui temos o Arthur muito mais abordado do que Lauren. Já que da vida dela conhecemos pouco.

Na primeira vez que Arthur viu Lauren ela estava dentro do armário do banheiro dele, estalando os dedos enquanto ele tomava banho. Quão estranho pode ser isso? E o que essa garota estava fazendo ali, como entrou? Bem, a explicação não é fácil de acreditar. Mas a verdade é que Lauren sofreu um acidente e está em coma. Sua alma perambula por aí e ninguém a vê ou a ouve, a não ser Arthur. Arthur, o cara que agora mora no apartamento em que ela vivia antes do acidente. A partir desse encontro vivenciamos com os protagonistas cenas de incerteza, luta, busca de informações, e claro, amor. Um amor de suspirar pelos cantos, às vezes, até sem perceber.

Gostei muito da trama. Ela nos faz pensar, pesar coisas da vida, como o amor. É uma leitura gostosa, prazerosa e leve. A narração é um pouco confusa, mas nada que atrapalhe o conjunto do livro. Então, caso tenha a oportunidade de ler, aproveite! É um livro delicioso.

Ah, o livro tem continuação: Encontrar Você. Adivinhem o quanto quero ler. ;)

Agradeço a Juh, do Livros e Bolinhos pela chance de ler este livro.

essefosseverdade

Beijos e ótima quinta-feira!

Comente com o Facebook: