Conheça a série #15

Being Human

being_human-copy

De todas as amizades sobrenaturais de que se tem notícia, a mais curiosa é a do trio formado por um vampiro, um lobisomem e um fantasma, os protagonistas da série Being Human. Comecei a assistir por indicação de uma amiga valeu Yasmim e confesso que ela não me fisgou de imediato, no entanto, devorei três temporadas, 23 episódios de aproximadamente uma hora, em menos de um mês. Sem dúvidas, amei e viciei.

Aidan-Turner-and-Russell--001

Mitchell é um vampiro de mais de 100 anos, muito respeitado pelos seus, um dos únicos, senão o único, que bate de frente com o chefão, que por sinal foi quem o transformou. George é um lobisomem, digamos novato, que ainda precisa descobrir e muito sobre sua nova condição e Annie é uma garota fantasma que “vive” na casa alugada pelos dois amigos, juntando-se assim ao trio e formando essa amizade um tanto peculiar.

Como o próprio nome sugere, a série trata do drama destes três personagens que buscam se socializar e levar uma vida normal, na medida do possível, que tentam ser humanos mesmo com todas as dificuldades que isso possa representar.

550x300_anniebroadcasts

Ao longo das três temporadas outros personagens se juntam aos três, dando forma, suspense e mistério à trama. Amores, inimigos e novos amigos são apresentados aos espectadores, além de um novo tipo sobrenatural. Simplesmente viciante.

Um dos meus personagens favoritos é George, com seus gritinhos histéricos e muito cômicos. Mas como todos os seres – não só humanos –, ele não é perfeito e consegue fazer as vezes de insuportável também. Gosto de Mitchell, mas ele faz merdas com mais facilidade que os outros e Annie é carente e grudenta. Todos têm seus defeitos e ainda assim conseguem sobreviver debaixo do mesmo teto e manter a amizade. Uma aventura e tanto.

george_close_up_jpg_627x325_crop_upscale_q85

Terminei a terceira temporada no feriadão e não vejo a hora de poder assistir a quarta. Os acontecimentos foram intensos e de abalar qualquer um. Posso arriscar que este foi o melhor episódio da série, que já foi renovada, virou livro e tem até um remake americano. Indico!

  • Curiosidade:

Em fevereiro de 2010, a BBC Books publicou a primeira série de livros de Being Human: The Road, escrito por Simon Guerrier; Chasers, escrito por Mark Michalowski; e Bad Blood, escrito por James Goss. Em novembro do mesmo ano um livro guia da série intitulado Being Human: unofficial and unauthorised escrito por Joanne Black, foi publicado pela Classic TV Press.

Episódios assistidos

Uma ótima semana para todos. Duro encarar uma segunda-feira depois desse feriadão, não é?

Comente com o Facebook: