Como se livrar de um vampiro apaixonado

como-se-livrar-de-um-vampiro-apaixonado A vida é cheia de clichês, é ou não é? Uns gostam deles, outros os detestam, a minha opinião é a de que um pouco de clichê não faz mal a ninguém. Principalmente se vier acompanhado de uma sensação gostosa, sorrisos e, no caso, uma leitura leve. Como se livrar de um vampiro apaixonado, de Beth Fantaskey e publicado pela editora Sextante, é um livro assim, com clichês clássicos: vampiros, adolescentes no ensino médio, atitudes imaturas, etc. Mas mesmo com tudo isso, jamais poderei dizer que não me diverti lendo este livro.

Jessica Packwood era uma adolescente normal - a não ser por amar matemática - gostava de paquerar, conversar com a amiga, e todas essas coisas que fezemos fazíamos no meu caso na adolescência. Vivia feliz com sua família – não sei como porque são vegetarianos doidos, mesmo -, mas sabia que não era filha legítima do casal que a criou. Seu verdadeiro nome é Antanasia – só me lembrava do ANTA quando lia, nomezinho mais esquisito – e é apenas isso que ela conhece da vida que deixou para trás quando passou a morar com os Packwood. Olha o clichê aí. Mas o passado vem ao seu encontro e traz uma revelação que ela nunca, jamais, imaginaria.

Em uma manhã, esperando o ônibus da escola porque seus pais não querem contribuir com a poluição dando um carro para a coitada, ela vê uma figura estranha a observando e quando se aproxima de Jessica o ônibus chega e salva a manhã. Mas o mais incrível é que mesmo distante ela consegue ouvir “Antanasia“. Ninguém a chama por esse nome – volto a frisar: sorte dela -, nem mesmo conhecem esse nome e isso a deixou com a pulga atrás da orelha. Imagina a reação dela então quando o tal cara estranho aparece em sua sala de aula e começa a frequentar as mesmas aulas que ela. Isso não é nada perto do que vem depois: sua mãe o convida para jantar e o rapaz se diz seu noivo, pior de tudo ainda é o fato de ele afirmar ser um vampiro. Wow, é de pirar a cabeça de qualquer um.

Óbvio que ela não acredita nessa sandice, o cara é doido! O cara em questão é Lucius Vladescu (Vla-DES-cu), um rapaz muito bonito, vindo da Romênia com o intuito de levar sua noiva para a terra natal, selar o casamento e a paz do local. Interna logo. Ele gruda na suposta noiva, faz cantadas, sabe ser charmoso e atraente, aliás, como todo vampiro, né? E pluft acaba conquistando Jessica/Antanasia – além da grande maioria das leitoras. Como tudo não pode acabar assim, em flores, senão o livro termina rápido e sem graça, uma reviravolta acontece e Lucius não quer mais saber da garota, que agora corre atrás do vampirão. É, seu sei, clichê.

Quer motivos para ler? É tão leve e divertido que você não sente as páginas passando e quando vê já está nas páginas finais. Os diálogos são engraçados demais, assim como algumas situações. Mas o melhor de tudo mesmo, que você que ainda não leu não pode perder, são as cartas de Lucius para seu tio na Romênia: hilárias! Não espere aprender algo, tirar uma lição do livro, ele é um entretenimento muito bom. Daqueles livros ótimos para se ler depois de algo pesado. É delicioso, mas que renderia um daqueles filminhos de Sessão da Tarde.

Uma coisa que não gostei foi o título. No original é Jessica’s Guide to dating on the dark side, em uma tradução assim mais ou menos: Guia de Jéssica para namorar no lado negro. O título brasileiro ficou meio ruim porque fugiu desse original e porque, como disse, a Jessica cai de quatro pelo vampiro, uma certa contradição. Quando lemos o título pensamos que ela nem vai dar bola para ele, vai ser firme e tal.

jessicasguide

 

No Clube do Livro discutimos esse livro e a maioria gostou da leitura, mas muitas estavam convictas de que Lucius sofria de transtorno bipolar. Vai saber. Vampiros também podem sofrer com isso, né? Outra coisa foi que não imaginamos em momento nenhum que a Jessica se parecesse com a garota da capa, no livro ela tem curvas e na capa ela é magrinha – a foto da capa é a mesma da versão original. Detalhe: Jessica tem uma égua chamada Bella, que faz lembrar da Bella de Crepúsculo, mas em seguida Lucius também aparece com uma égua e a nomeia de Fera.

 

Jessica Rules the Dark Side by Beth Fantaskey O livro tem continuação: Jessica Rules the Darkside.

Enfim, é uma leitura bastante gostosa, mesmo. Recomendo.

Beijos!

Comente com o Facebook: