Se beber, não case! Parte 2

Se beber nao case 2

Quem não gosta de rir? Eu adoro. Rir melhora tudo, ilumina, contagia, é uma das melhores coisas. E eu ri muito na véspera de feriado, na semana passada. Depois de eu convidar muito antes, meu marido resolve me convidar para ir ao cinema. Íamos assistir X-Men, mas em cima da hora mudamos de filme e resolvemos ir à sessão de Se beber, não case! Parte 2. Lembro-me vagamente do primeiro, mas sei que muita gente gostou e devo dizer que ri muito, mas muito mesmo com a continuação, acompanhada das outras pessoas que também escolheram este filmeno cinema. Aliás, uma continuação que até pode ser vista separadamente, existem alguns elementos do primeiro filme, mas nada que deixe o espectador confuso.

sebebernaocase2_6

Desta vez quem casa de novo é Stu, o dentista que tem uma queda por prostitutas. Sua noiva é filha de um homem muito rico da Tailândia e para agradar aos pais dela, o casamento será realizado lá. Uma nota: o pai da noiva odeia o novo genro e não disfarça isso. Para enfrentar esse desafio, Stu tem Phil e Doug ao seu lado, os lindos e fofos Bradley Cooper e Justin Bartha. Ah, não posso esquecer de Alan, que desde a despedida de Phil se sente parte do grupo e quer mais uma vez curtir ao lado dos caras que considera seus melhores amigos. A tradicional despedida de solteiro que eles tanto queriam não ocorre, tudo porque Stu tem medo que o que houve no casamento de Phil se repita. Mas não é que mesmo sendo super precavido toda a confusão acontece mais uma vez?

se_beber_nao_case_2_2011_f_001

Toda a lambança começa com uma fogueira, cervejinhas e marshmellows na beira do mar. Quando acordam, os caras estão em Bangcoc! E é quando se dão conta que houve algo de errado. Muito errado. Desta vez foi um pouco pior, já que Stu perdeu na brincadeira o irmão caçula da noiva, um rapaz de 16 anos que é um verdadeiro gênio. Então o filme desenrola com Stu, Phil e Allan refazendo os passos da última noite e procurando alucinadamente o futuro cunhado de Stu.

Se-Beber-Nao-Case-2-20-fev-2011

O filme é engraçadíssimo, claro que tem muito besteirol, mas às vezes é bom rir de coisas assim. Um macaco que fuma, com roupas descoladas e que é a “mula” de um traficante, um monge que aparece vestido de moletom e na cadeia, um dedo cortado fora, uma provável morte e, claro, confusões na noite de Bangcoc, envolvendo prostitutas, estão apimentando o enredo do filme.

Fiquei um pouco triste porque o Justin Bartha apareceu pouco e desta vez nem estava no meio de toda a confusão, gosto muito dele e queria tê-lo visto mais. Ah, sou da opinião que a classificação do filme fosse de 18 anos porque existem algumas cenas fortes, recheadas de humor, mas um pouco fortes. Se bem que hoje em dia essas cenas passam na TV aberta, praticamente em horário nobre. Como no primeiro filme, um dos pontos fortes foram as benditas fotos da noite de farra que encerram a produção. Valeu super à pena ter trocado a sessão.

Curiosidade

  • Se Beber, Não Case! foi um maiores fenômenos produzidos pelo cinema nos últimos anos. Lançado em 2009, sem nenhum grande ator no elenco, a comédia faturou mais de US$ 460 milhões em todo mundo, tendo custado apenas US$ 35 milhões. E o sucesso não foi apenas nas bilheterias, o longa também conquistou a crítica cinematográfica e levou de forma surpreendente o Globo de Ouro de Melhor Filme - Comédia/Musical. Fonte: Adoro Cinema.

Beijos e uma ótima quarta!

Comente com o Facebook: