Treinando o Papai

treinando-o-papai

Sinopse*:

Joe Kingman (Dwayne Johnson) é um famoso quaterback da equipe de Boston, que está em plena disputa do campeonato. Joe é um solteiro convicto, que gosta de usufruir da fama e da riqueza que possui. Até que conhece Peyton (Madison Pettis), sua filha de 8 anos que até então não sabia que existia, resultado de um último encontro com sua ex-esposa. Peyton passa a morar com Joe, o que faz com que ele tenha que se dividir entre treinos, festas e aulas de balé clássico, além de outras atividades as quais não está acostumado.

Desde a primeira vez que assisti Treinando o Papai – o filme é de 2007 - fiquei encantada com o enredo. É uma trama super família (daquelas que já reclamei estarem bem escassas), divertida, leve e digna de ser revista. Quando vi que passaria na TV, mais precisamente na Tela Quente, já me programei para não perder e não me arrependo de ter dormido quase uma da manhã para ver tudo mais uma vez.

21530223_1 Joe é o exemplo de cara em quem a fama subiu a cabeça. Ele se acha o máximo, o melhor, adora se ver na TV, receber elogios e ter muitas mulheres, sem falar na conta bancária que tem mais zeros do que eu posso imaginar. Claro que ele tem talento no campo e isto tudo é fruto de trabalho, mas humildade nunca é demais.

treinando_1 Peyton é uma das meninas de 8 anos mais espertas que já vi. A garota aparece na porta de Joe de mala e cuia se dizendo sua filha, quando ele se mostra incrédulo ela mais do que prontamente tira da bolsa sua certidão de nascimento. E faz o grandão rebolar ao longo do filme, literalmente.

O jogador não sabe o que é ser pai, mas vai ter que aprender já que sua carreira e sua imagem tão bem cultivada estão em risco, ele agora é responsável por uma jovenzinha e isso deixa os holofotes ainda mais em cima dele. Joe também aprende a amar aquela menina encrenqueira e sapeca. Imaginem que ela encheu de pedrinhas uma das bolas de futebol do pai, colocou um tutu no cachorro e aprontou muito, muito, mais.

treinando-o-papai (1)

Ri muitas vezes, em diversas cenas. O pessoal do time de Joe é incrível, formado por um pai de família, um cara muito burro e outro que pouco fala, entre outros. Na verdade, o conjunto de personagens carismáticos é um dos grandes responsáveis pelo sucesso do filme. Já que quando você se apega quer acompanhar até o fim. Dwayne faz um ótimo trabalho aqui, claro que Madison também, a menina tem talento. Ninguém consegue resistir àqueles olhinhos pidões, praticamente o olhar do Gato de Botas.

Curiosidades*

- A produção teve que ser adiada por vários meses após Dwayne Johnson romper o tendão de Aquiles durante um treino de futebol americano;
- Dwayne Johnson declarou que este é o último filme em que seria creditado como "The Rock";
- Este foi o primeiro de dois filmes onde o diretor Andy Fickman e o ator Dwayne Johnson trabalharam juntos. O posterior é A Montanha Enfeitiçada (2009);
- Possui várias referências a Elvis Presley, incluindo canções e cartazes. Esta foi uma idéia do diretor Andy Fickman e de Dwayne Johnson, ambos fãs do cantor;

*Fonte: Adoro Cinema

Uma das músicas de Elvis tocadas no filme.

Enfim, eu recomendo e assino embaixo.

Beijos!

Comente com o Facebook: