Compramos um Zoológico

Compramos um Zoológico Não sei se foi por causa da fofura da Maddie – oops –, da Rosie, ou por todos aqueles animais, ou ainda pela história daquela família que me lembra a da minha, mas desde que comecei a assistir ao filme fiquei, digamos, emocionada. Uma família que perde a mãe, deixa um pai com todas as responsabilidades nas costas, com um filho adolescente e uma filha pequena para criar. Um pai que ganha uma herança e precisa sair da casa em que a família vivia porque cada canto daquele lugar era uma lembrança vívida da esposa que não estava mais ali e isso doía. Essa é a história do filme. Mais ou menos, porque ele tem mais ingredientes.

Na escolha por um novo lar, o único que desperta a atenção de pai e filha tem um pequeno empecilho: é um zoológico!! Os animais são cuidados, mas a situação não ficará assim por muito tempo, quem trabalha ali ama os animais, mas não recebe salário e sem recursos eles acabariam sendo sacrificados. O comprador da casa era obrigado a cuidar, pelo menos, dos animais em extinção. Então Ben…jamin Mee (Ben era o pai dele) toma uma decisão, por que não?

zoologico_filme (1) Parece loucura e é. O irmão tenta alertá-lo, o filho se revolta por ter que deixar os amigos e a filha é só festa, “Compramos um zoológico!!” é a frase preferida dela. Os gastos são imensos, assim como a admiração dos empregados do local por aquele homem corajoso. Admiração e uma pequena desconfiança no começo. Afinal, quem é louco o suficiente para do nada comprar um zoo e investir todo seu dinheiro nele? Parece que Benjamin é.

Tomada a decisão e feita a aquisição, os planos eram reinaugurar o local no dia 7/7. Marcaram uma inspeção para dias antes e começaram o trabalho, o local estava abandonado, precisava de muitas melhorias, mas Benjamin e sua equipe não tinham medo do trabalho. Ele enfrentou até um urso fujão, imaginem só. Só que com todo esse trabalho, o dinheiro também se foi. Eles foram salvos e até mesmo o irmão que era muito contra a decisão da compra passou a ajudar com o cuidado dos mais de 200 animais exóticos. A cidade soube da reabertura e uma das moradoras garante presença, dando esperanças àquela que virou uma família com mais de três integrantes.

Compramos-Um-Zoologico-16 A história é graciosa, emocionante e super família. Fala de superação, de começar de novo, de dar chances e não se fechar para o mundo. Benjamin, vivido por Matt Damon, é um cara especial. Que não consegue se desprender da mulher, não deixa de vê-la e que tem dificuldade até mesmo de ver suas fotos com medo da dor que isso possa causar. Quando ele conseguiu e vi uma lágrima escorrer de seu olho, desabei. Chorei de soluçar, até porque não posso ver ninguém chorando mesmo, ainda mais naquela situação, com toda aquela sensibilidade. Aquele pai que precisa se mostrar forte para os filhos quando tudo o que quer é desabar. Para ajudar ainda tinha um bichinho velho e doente, aí mesmo que chorei. (alguém duvida que umas lágrimas caíram dos meus olhos agora?)

z1 O fato é que o filme é lindo, cheio de animais fofos e outros nem tanto – como as cobras –, com crises de adolescentes e paixonites, tem a ver com crescimento, com nascimentos – vários pavões lindinhos –, e dá uma sensação tão boa no fim. Super recomendável. Há quem diga que seja só mais um filme de fim de ano – foi lançado no dia do meu aniversário no ano passado (23/12/2011) – e li até que ele não tem conteúdo, como assim? Mas cada um é cada um, e dependendo do momento a mensagem pode ser absorvida de maneiras diferentes. Eu gostei muito e espero que vocês também gostem, caso decidam conferir.

Curiosidades

  • Baseado nas memórias de Benjamin Mee. É uma história real, que virou um livro homônimo. E que eu pretendo ler em breve.
  • As filmagens aconteceram em Los Angeles, Pasadena e Thousand Oaks, cidades do estado da Califórnia.
  • Amy Adams, Mary Elizabeth Winstead e Rachel McAdams estiveram cotadas para a personagem Kelly Foster, que ficou com Scarlett Johansson.
  • Ben Stiller esteve cotado para interpretar Benjamin Mee.
  • Os verdadeiros Benjamin Mee, Dylan Mee e Rosie Mee fazem uma pequena participação no longa.
  • É o segundo filme em que o diretor Cameron Crowe e o ator Patrick Fugit trabalham juntos. O anterior foi Quase Famosos (2000).

benjamin-mee-e-o-ator-matt-damon-que-o-interpretou-no-filme-compramos-um-zoologico-1337387210971_560x400 Benjamin Mee e Matt Damon

Curiosidade 2

O livro que serviu de base para o filme "Compramos um Zoológico", dirigido por Cameron Crowe, ganhará sequência. Segundo Benjamin Mee, jornalista que resolveu comprar um zoológico para salvar seus animais da destruição, a história do Zoológico Dartmoor ainda não terminou.

 

"Tivemos muitas aventuras desde então, e o zoológico ainda não está a salvo. Essa é a história da sequência", explica o autor. Apesar de ter conseguido mais visitantes com a publicidade do filme, isso não melhorou significamente as finanças do estabelecimento. "Tem muitas melhorias que gostaríamos de fazer, mas não temos dinheiro para isso. É muito difícil saber que mais pessoas querem vir, e não ter como melhorar os caminhos até o zoo", diz Mee.

 

O longa sofreu algumas mudanças em relação à história original, Matt Damon faz o papel de Mee, e tem um romance com a tratadora Kelly Foster, vivida por Scarlett Johansson. O verdadeiro Benjamin Mee, no entanto, esclarece que a história não é bem assim: ele teve três tratadores que o ajudaram muito --duas mulheres e um homem-- e garante que não se envolveu emocionalmente com nenhum deles. "Nenhum se parecia com Scarlett". Se ela estivesse no lugar deles, ia ser muito mais prazeroso para mim", brinca.

Leia mais aqui.

 

Beijos e ótima quarta-feira (12/12/12)!

Comente com o Facebook: