The Walking Dead – A Ascensão do Governador

DSC06314 Adoro a série The Walking Dead, já li uma ou duas HQs e sonhava em ler os livros que têm a ver com o mundo apocalíptico criado por Robert Kirkman. Ganhei A Ascensão do Governador  da Camila – thanks! – e não consegui me segurar, comecei a ler no dia seguinte.

Uma das coisas mais geniais sobre o livro é que ele conta uma história que ainda não foi contada na TV e creio que também na HQ, uma história nova, interessante e muito explicativa, muito mesmo. O livro conta, como o título diz, como o Governador virou essa pessoa central, importante, a quem todos obedecem. Mas mais do que isso, conta toda sua trajetória após a aparição dos primeiros “mordedores”, todas as suas perdas, suas batalhas e a chegada em uma cidade que poderia ser o lugar em que viveria para o resto da vida.

Tudo por causa de Penny. Ela é tudo o que restou para Philip. É a única coisa que faz a vida dele valer a pena, a única salvação para sua alma ferida. Página 21

A parte ruim é que conhecemos a Penny ainda viva e quando acontece o que sabemos que vai acontecer – pelo menos quem vê a série – é tão triste! Mesmo achando que estamos preparados porque sabemos onde vai parar, não estamos. Ela é uma criança doce, perdida no meio da bárbarie. Falando nisso, o livro é forte, bem forte. Tem cenas de violência, estupro e mostra como deve ser um lugar sem leis, que os fortes pisam nos fracos para ter o que querem, mas também que nem sempre se dão bem. As situações podem transformar um fraco no maior forte já visto.

[…] Do ponto de vista moral, nunca se deve matar uma pessoa, nunca, mas, eticamente, que é algo um pouco diferente, deve-se adotar o princípio de matar somente em legítima defesa. Mas Philip não acha que o que estão fazendo é matar. Não dá para matar o que já está morto. Eles estão é esmagando, como se fosse um inseto, e seguindo em frente, sem parar para pensar tanto. Página 20

O grupo de sobreviventes do livro tem Philip, Brian – seu irmão mais velho –, Penny, Nick e Bobby. Eles saem de uma cidadezinha da Geórgia em busca do centro de refugiados de Atlanta, assim como o grupo de Rick na série. Mas no caminho só encontram zumbis, por todos os lados. O desespero maior ocorre quando finalmente chegam na cidade, que está tomada. Lá eles encontram uma família, vivem bem com eles por um tempo até que uma situação desagradável os deixa de novo na rua. Quando encontram novamente um lugar que pode ser um lar, humanos muito maldosos começam uma pequena guerra para tomar a casa deles. E a partir daí tudo desanda, ou melhor, desanda mais ainda.

Philip é o tipo de pessoa que é denominada difícil. Ele tem o comando natural, sabe como enfrentar as coisas e muitas vezes passa do limite ao agir por impulso, sob o domínio da raiva. Brian é medroso, se esconde na sombra do irmão mais novo e vive agradecendo ao irmão por estar vivo. Nick é uma pessoa forte, religiosa, que também é transformada pela catástrofe. Bobby era um cara bom, mas vocês não acreditavam que todo o grupo sobreviveria a aventura, né?

O tiro da .22 ecoa na hora em que a bala atravessa o osso orbital do operador da empilhadeira, deixando o olho leitoso todo preto e mandando uma parte do hemisfério parietal pelos ares. Página 99

Enfim, se o livro num todo é bom, o final é sensacional. Inimaginável, surpreendente, genial, são algumas das palavras que posso usar para definí-lo. Eu queria dar um beijo estralado na bochecha do Robert Kirkman e do Jay Bonansinga também, afinal, os dois são os responsáveis pelo livro. Sei que a literatura “zumbiística” não agrada todo mundo, ainda mais uma tão forte como esta, mas se você tem um pingo de curiosidade, leia!

Porém, nem tudo são flores. Tenho que confessar que ando me decepcionando com os exemplares da Galera Record. Começou com Dezesseis Luas, que eu não resenhei ainda, e continuou com o TWD. Gente, são muitas falhas de impressão, muitas mesmo, e de edição também. Faltam pontos finais, travessões e até a primeira letra de uma palavra. Triste e feio, muito feio. E não estou sendo chata, teve uma frase que eu nem consegui terminar de ler. Coloquei algumas fotos abaixo.

Cliques de A Ascensão do Governador

DSC06299DSC06301 DSC06302Agora os erros.

DSC06303DSC06305  DSC06306 DSC06307

Beijos e uma excelente quinta-feira. ^^

Comente com o Facebook: