American Pie – O Reencontro

American Pie O Reecontro

Quem aí nunca assistiu pelo menos uma vez algum dos filmes da franquia American Pie? Acho difícil encontrar, pelo menos para mim eles foram presenças constantes, quando o humor cheio de apelo sexual começou a ganhar mais espaço e nem era tão chato como é hoje. O primeiro filme, lá em 1999, fez um enorme sucesso ao mostrar com alguns exageros as preocupações dos jovens com o início da vida sexual, Jim era o protagonista mais central, com a participação de seu pai, que só deixava as coisas mais tensas e embaraçosas. Mas a verdade é que sem os outros meninos, American Pie não seria o que é.

Agora, 13 anos após o primeiro filme, o pessoal está de volta para O Reencontro! Dá para acreditar? 13 anos. Enfim, Jim é casado com Michelle e eles têm um filho, a vida sexual não está ativa desde que a criança nasceu e eles sofrem as consequências disso. Jim, que parece não perder aquele perfil de adolescente imaturo, é pego com a mão na massa enquanto assistia um vídeo pornográfico na internet e Michelle é pega com o chuveirinho lá enquanto tomava banho. Vergonha alheia mode on. É assim que começa o filme.

american-reunion-jason-biggs-600x400

O plot é o reencontro daquela turma de 99, que hoje está bem diferente, com mais responsabilidades e uma vida mais corrida. Kevin, aquele que sempre foi fissurado em Vick, é casado e aparenta ser um dono de casa perfeito, todo envolvido com culinária e com programas de “características femininas”, em uma passagem a esposa diz que vai esperar para assistir Gossip Girl com ele – não que a série seja exclusivamente feminina, mas as outras citadas são mais para esse público. Oz ganhou fama e se tornou apresentador de um programa de esportes na TV, participou de uma edição de “Dancing with Stars” e leva uma vida de aparências ao lado da namorada gostosona. Finch anda sumido e quando aparece vem cheio de aventuras para contar.

01 AMERICAN PIE - O REENCONTRO

A festa será na cidade em que moravam e os quatro amigos combinam de se encontrar antes do dia da festa para conversar sobre os velhos e os novos tempos. O que eles não querem é convidar Stifler, que sempre foi encrenqueiro e motivo de vergonha para o grupo, mas a cidade é pequena e logo eles o encontram. Stifler ainda tem aquela marra e se acha o novinho, mas esconde que trabalha como estagiário em uma empresa grande e que é muito humilhado pelo chefe. Bom, os cinco juntos são sinônimo de confusão e muitas risadas. As piadas continuam, digamos, imbecis, mas me fizeram rir e eu me diverti bastante.

Jim desperta o amor em sua vizinha, uma garotinha de quem ele era babá e que completará 18 anos! Kevin encontra Vick, Oz reecontra Heather, Michelle quer usar o fogo que ela e Jim têm juntos, entre outras situações. A mãe de Jim morreu e o pai dele está sozinho, vocês nem imaginam quem cruzará o caminho dele!! Não posso contar mais nada. =X Só posso dizer que quem curte esse tipo de humor vai se divertir, afinal, não é nada inovador, é só mais American Pie com os protagonistas adultos.

17_FHA_rshow_americanpie

Curiosidades

  • Precedido por American Pie (1999), American Pie 2 - A Segunda Vez É Melhor Ainda (2001), American Pie - O Casamento (2003), American Pie 4 - Tocando a Maior Zona (2005), American Pie 5 - O Último Stifler Virgem (2006),American Pie - Caindo em Tentação (2007) e American Pie - O Livro do Amor (2009). (eu nem sabia que eram tantos!)
  • Apesar dos sete títulos, American Pie - O Reencontro dá continuidade aos três primeiros lançados nos cinemas, ignorando os demais que foram direto para as prateleiras das lojas e locadoras.
  • A necessidade de deixar claro que essa herança do que foi lançado em vídeo não seria motivo de orgulho, os produtores chegaram a pensar em chamar o filme de American Pie 4. O título American Reunion só ratifica o conceito buscado por eles.
  • Em função desta opção por negar parte do passado, uma das condições para realizar esta produção era poder contar com o elenco original. E eles conseguiram reunindo toda a trupe nessa nova produção.
  • Um dos cartazes divulgados é totalmente alusivo ao primeiro filme, reforçando a ideia de foco nas raízes da franquia.
  • Longe da função, mas atuante na obra, Paul Weitz, que dirigiu o primeiro filme, entrou no projeto como produtor executivo e seu irmão Chris Weitz como produtor do longa.
  • Responsáveis pelos personagens Harold & Kumar, os roteiristas e diretores Jon Hurwitz e Hayden Schlossberg são os mesmos da franquia Madrugada Muito Louca (2004).

 

Beijos e uma ótima quarta-feira.

Comente com o Facebook: