O que andei assistindo… #2

Oi, pessoal. O post da semana passada deu super certo e como ainda tenho alguns filmes para comentar, vou repetir essa semana. Na última semana não vi filmes novos, fiquei mais revendo mesmo. Por exemplo, no sábado estreou Jogos Vorazes na HBO e eu pude conferir no domingo. Também revi – pela enésima vez – As Branquelas e alguns dos Velozes e Furiosos, que sempre estão passando na TV. Revi também O Colecionador de Ossos, que é excelente.

Agora falando sobre filmes que eu ainda não tinha visto, posso acrescentar na lista os dois a seguir:

  • As Aventuras de Pi

As-Aventuras-de-Pi-poster

O filme dirigido por Ang Lee teve uma publicidade gigante, todo mundo comentava sobre a produção, que foi indicada e ganhou Oscars, que alavancou a venda dos livros e que até desenterrou algumas polêmicas – o autor do livro disse que pegou uma história mal escrita de um brasileiro e a escreveu melhor ou algo do gênero –, atiçando a curiosidade geral. Fazia tempo que eu queria conferir a trama, mesmo achando grosseiro o jeito que o autor do livro usou para se referir a obra do brasileiro – sou dessas. Mas não fui atrás para alugar, esperei estrear no Telecine mesmo.

Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.

AS_AVENTURAS_DE_PI2

O filme é longo, cheio de aventuras – como o nome diz – e até emocionante. Afinal, eu quase chorei quando o tigre está bem fraquinho quase entregando as pontas. Tá bom, eu confesso, soltei uma lagriminha discreta. A história é incrível, cheia de questionamentos, por exemplo, será que aquilo aconteceu mesmo? Ou foi fruto dos delírios de Pi? E essa possibilidade de crer ou não na história contada pelo protagonista que é “divertida”. Você pode brincar, apostar, escolher no que quer crer.

O que não se pode negar é que ela te prende. Apesar de um momento ou outro de falta de ritmo e partes tediosas, o enredo consegue resgatar o espectador. Agora, esplêndida é a fotografia do filme. A coisa mais linda de se ver. Eu amei e babei. Os efeitos especiais também são muito bons, não é à toa que ganhou o Oscar nessas duas categorias.

  • Ted

ted2

Posso até passar por chata, mas achei que o tempo que gastei assistindo esse filme foi completamente desperdiçado. Socorro! Uma coisa é bem verdade, esse filme não é para todos, apenas para um tipo bastante peculiar de humor e olha que eu bem que curto um humor negro e algumas babaquices, mas esse filme ultrapassou todos os limites possíveis, pelo menos para mim.

A trama fala de um cara normal de Boston que na infância desejou que seu urso de pelúcia ganhasse vida e que viu esse sonho se realizar.

O problema é que o urso em tamanho real, que o tem acompanhado a vida toda, começa a complicar a sua rotina de adulto.

Que gastura. Ok, eu até podia aceitar um ursinho falante, mas é muito besteirol junto. O cara, um homem crescido, se deixa influenciar por um ursinho falante e comete burradas gigantes, magoando a pessoa que ele ama e correndo o risco de perdê-la. Aí tem um psicótico que quer roubar o ursinho do cara, etc e tal. Ah, sei não, esse filme simplesmente não funcionou para mim.

ted

Eu ri com um comentário que li no Filmow: “No começo eu achei o filme chato, daí no final vi que era mesmo”. Ou então: “Assistir a travessia de uma lesma em uma rodovia seria um tempo melhor gasto”. Gente, é bem isso. Ao mesmo tempo, há comentários super elogiosos, para quem, obviamente, o filme funcionou: “Ri muito, difícil achar um filme de comédia legal nesses que fazem hoje em dia. Criativo e zoado, muito legal!”. Ok, gosto é gosto e não se discute. Eu jamais perderia o meu tempo vendo de novo e não recomendo o filme, mas se você é do tipo que curte esse tipo de humor, se joga!

 

E pior que andei vendo imagens de Ted 2, mas acho que deve ser montagem.

É isso, beijos e uma ótima quarta-feira.

Comente com o Facebook: