Lido: Um passe de mágica

 

ArquivoExibir

Escolhemos para a leitura do último mês no Clube do Livro uma obra da Agatha Christie. Famosa por seus livros de mistério e suspense, a autora sempre foi garantia de boa leitura. Lembro de já ter lido vários títulos dela, entre eles A Mansão Hollow, O Caso dos Dez Negrinhos, e por aí vai. Lembro que esses dois foram muito bons e esperava mais de Um passe de mágica, um dos livros em que Miss Marple é a protagonista.

Tudo começa com uma conversa entre Miss Marple e sua antiga amiga, irmã de Carrie Louise, que se diz preocupada com a irmã e que não sabe dizer o motivo, então pede que Marple aceite o convite da também amiga para investigar melhor o que se passa na mansão em que vive. Esse pedido tem uma das cenas mais chatinhas do livro.

Marple atende o pedido e vai de mala e cuia para o local, que agora abriga uma instituição para jovens delinquentes, podemos dizer assim. Um projeto social que visa reintegrar esses jovens à sociedade com emprego e estabilidade. O que é para muitos uma ideia maluca de se ter. A ideia veio com o atual marido de Carrie Louise, o terceiro.

A casa é uma mistura de pessoas. No primeiro casamento, Carrie Louise teve uma filha adotiva Peppa, que faleceu, e deixou a neta Gina – casada com Wally -, e também teve Mildred, filha de seu sangue, viúva. Sem falar no enteado, que sempre cuidou muito bem. No segundo casamento, abraçou como seus os filhos do marido, Stephen e Alex, que mesmo após a separação passavam as férias no local e sempre foram bem cuidados pela mulher. Com o terceiro, ela teve muitos jovens para recuperar. Tudo isso deu uma gama de opções para Miss Marple trabalhar a suspeita. Alguém ali poderia realmente fazer mal para Carrie Louise?

Então um assassinato ocorre e todos são suspeitos. Na investigação se levanta a possibilidade de Carrie Louise ser alvo de envenenamento e a partir daí, Agatha tenta nos fazer desconfiar de todo mundo para esconder a identidade e os motivos do verdadeiro assassino. Que no fim não são tão difíceis assim de descobrir.

Como foi comentado por quem leu, nesse caso a Camila, pode ser que quando lemos anteriormente, nossa mente achava aquilo fantástico, excelente, mas agora com outros livros lidos e mais experiência, o livro me pareceu fraco. Ou ele é mais fraco que os outros dela mesmo. Os propósitos meio falhos, algumas cenas finais extremamente corridas e sem noção. Tive que voltar e reler pra registrar que tal situação tinha mesmo acontecido com dois dos personagens. Algo que foi relatado em pouquíssimas linhas. Outras coisas foram deixadas no ar, confusas. Personagens mudaram de personalidade, enfim. Ganhou três estrelas, foi uma leitura válida, ainda mais por ser de uma autora como Agatha Christie, mas acredito que haja livros muito melhores escritos por ela nas estantes do mundo.

Mudamos a data do encontro, que agora passam a ser nos sábados. Como esse foi no meio do feriadão muita gente não conseguiu ir. Espero que no próximo possamos contar com muito mais opiniões.

AsHuCKrMlxV42tOQjQnfdRhSeSLms-rzX68NJvI4wBsi

Asm3_kMZRFeVuhUh3_7eDy4vyo6qZmNVBuF4xLQz2xkN

Comente com o Facebook: