Nurse Jackie, seu fim e minha decepção

Nunca aprendo! Eu sempre espero finais felizes, mesmo me fazendo de durona na maioria das vezes. Acredito que as pessoas cresçam, evoluam, melhorem com o passar do tempo e das pendengas da vida. Quero que elas possam ver o mal que faziam/fazem a si e aos outros, e como quero, acabo vendo isso até que levo uma lambada na cara. (Spoiler do fim da série ao longo do texto).

Nurse-Jackie

Nurse Jackie explora a vida de – surpresa – uma enfermeira, a tal da Jackie, que é viciada em drogas. Ela é excelente no que faz, ajuda a salvar muitas vidas e tem seu senso de justiça. Nunca esqueço de uma cena da primeira temporada em que ela jogou a orelha de um cara na privada porque ele era o maior babaca. Admirava ela por essas pequenas coisas. Mas as outras só me deixavam cada vez mais decepcionada.

Ela não tinha limites. Nessas sete temporadas – e eu perdida achando que eram cinco –, Jackie foi capaz das coisas mais baixas para conseguir suas drogas e foi acumulando desgosto em mim. Ela tinha uma família linda, um marido atencioso e duas filhas, mas cultivava um relacionamento com o farmacêutico do hospital em que trabalhava também. Quando tudo ruiu, seu casamento acabou, suas filhas foram morar com o pai, que casou de novo, Jackie teve as oportunidades de seguir em frente bem, mas nunca, jamais, as aproveitou. Ao contrário de pessoas que têm o dedo podre para relacionamentos, Jackie era a maior sortuda. Namorou caras legais, que valiam a pena, só que ela não valia.

nurse

No meio de tantas confusões, seu comportamento destrutivo se espalhou a sua volta. Ela prejudicou tanta gente, foi mesquinha, egoísta, irresponsável. Passou de uma pessoa a se admirar a uma pessoa que causa repulsa. Em vários momentos pensei em abandonar, porque, poxa, eu queria ver a Jackie se recuperar do vício, mas ela sempre voltava, sempre. Mesmo com todo mundo a sua volta querendo ajudar. Ela não queria.

E, caso essa não tivesse sido a última temporada da atração, eu estava disposta a abandonar. Como foi, acompanhei esses 12 episódios. O que me dá mais raiva é que fui completamente enganada por Jackie. No fundo do poço, sem poder exercer a profissão, ela estava lutando de verdade contra o vício. Fazia testes diários de urina e passava, parecia que finalmente eu teria aquele final que tanto desejava. Mas a lambada na cara veio quando depois de conseguir tudo que queria – o emprego, a profissão –, Jackie novamente foi cheirar no banheiro do hospital. Meu chão caiu naquela hora.

nurse-jackie-season-7

Eddie estava para ser preso por culpa dela, Zoey quase desistiu de ser enfermeira por ela, Akalytus estava amargurada por problemas causados por ela, todo mundo ralou para ela conseguir ter sua licença novamente e é assim que ela retribui. Nesse momento eu quis que um cara que entrou armado no hospital tivesse atirado nela. Minha decepção não seria tão grande como está agora. Felizmente, essa foi a última decepção que tive com ela. Descanse em paz.

Comente com o Facebook: