Cada um tem a gêmea que merece

gemea Lembram do post que eu fiz com a programação do cinema na minha cidade? Pois é, fui assistir a um daqueles filmes. Fazia um tempo que queria ir ao cinema, que queria jogar conversa fora, então eu e minha amiga Karen resolvemos fazer tudo isso uma noite dessas. As opções de filmes que tínhamos era um terror e uma comédia, então preferimos a comédia. Assistimos Cada um tem a gêmea que merece.

Não é de hoje que vejo uma certa decadência nos filmes do Adam Sandler, que já foram bem mais interessantes. Tudo bem que ele cumpre o papel de tirar umas risadas do público, mas no geral, é tudo muito forçado. As críticas não são nada boas, até os expectadores deram só duas estrelinhas para o filme no site Adoro Cinema. Falando no site, a crítica escrita por Francisco Russo está muito boa.

filmes_1551_Cada-um-Tem-a-Gemea-que-Merece-2

Vestir-se de mulher não é novidade na sétima arte. Dustin Hoffman (Tootsie), Robin Williams (Uma Babá Quase Perfeita), John Travolta (Hairspray), Martin Lawrence (Vovó...Zona), Eddie Murphy (O Professor Aloprado) e tantos outros já fizeram isto antes. Contracenar consigo mesmo também não, até Arnold Schwarzenegger já explorou a ideia em O Sexto Dia. Dito isto, a possibilidade de ver Adam Sandler em dose dupla e, numa delas, travestido de mulher não traz absolutamente nada de novo.

Crítica Adoro Cinema

Bom, no filme, Jack e Jill são irmãos gêmeos. Jack é rico, casado, tem dois filhos e uma vida muito boa. Já Jill é uma solteirona que cuidou da mãe até o último dia de sua vida. Agora, a ação de graças está chegando e com ela a visita da irmã de Jack. Ele não gosta da irmã, de passar tempo com ela, das coisas que ela fala, etc, etc. Portanto, quer que ela vá embora o mais rápido possível, o que, é claro, não acontece.

Como a irmã é solitária, Jack tenta conseguir um namorado para ela, até mesmo através da internet, daqueles sites de relacionamento não muito confiáveis. Enquanto isso, Jill cria amizade com o jardineiro latino da casa – Felipe -, indo até em uma festa da comunidade dele. Ela se dá bem com os sobrinhos, tem uma ave – acho que calopsita – e adora companhia.

cada um tem a gemea que merece filme 2012 adam sandler katie holmes jack_and_jill_comedia 2011 Jack tem uma empresa de produção de comerciais e precisa que Al Pacino grave um comercial do Dunkin’ Donuts. O que ele não esperava era que o ator super famoso se apaixonasse pela feia da irmã dele. Então ele tenta jogar com ela para conseguir ter Al Pacino no comercial. E é com essa história que o filme se desenrola.

Quem dá uma aparecidinha no filme também é Johnny Deep. O elenco conta ainda com Katie Holmes, que deve ter se arrependido do papel, porque só possou como a esposa de Jack, sem nenhuma ação muito importante. As duas crianças que interpretam os filhos do casal são a fofura do filme. Um menino espertíssimo e uma menina meiga, que anda sempre com uma boneca vestida igualzinha a ela. 231443

Entretanto, o mais inacreditável é a presença de Al Pacino, que interpreta a si mesmo. O filme até acerta em algumas brincadeiras sobre a persona pública do ator, como a predileção por Shakespeare e o fato de ter ganho apenas um Oscar, mas também o coloca em situações vergonhosas. O que dizer do comercial do Dunkaccino por ele gravado? É tão patético que o próprio filme faz piada em cima de sua má qualidade.

Crítica do Adoro Cinema

cada-um-tem-a-gemea-que-merece-2 Enfim, se você não se importa de ver algo tão escrachado e quer só passar um tempo diferente, pode assistir. Confesso que eu ri em mais de um momento, até saí do cinema achando que o filme era bonzinho. Mas lembrando de filmes como O Paizão, um de meus preferidos, esse ficou abaixo do chinelo.

Curiosidades

  • Censura nele

Originalmente, o filme recebeu classificação PG (Não recomendável para crianças) por conter (numa tradução aproximada) cenas de "humor grosseiro, sexual, linguagem chula, violência cômica e uso de cigarros", mas acabaram mudando para "material grosseiro, incluindo referências e sugestões de linguagem e violência cômica".

  • Repetindo a parceria

Até 2012, este foi o sétimo filme do diretor Dennis Dugan com o ator Adam Sandler. Os outros foram Um Maluco no Golfe (1996), O Paizão (1999), Eu os Declaro Marido e... Larry (2007), Zohan - O Agente Bom de Corte (2008), Gente Grande (2010) e Esposa de Mentirinha (2011).

Fonte

Agora pode!

Beijos e uma excelente quarta-feira.

Comente com o Facebook: