Mulheres ao Ataque

Usando todo meu potencial de pré-conceito esnobei bem o título Mulheres ao Ataque quando apareceu na minha TV – foi a estreia do Telecine na última semana. “Affe” – pensei – “deve ser muito nada a ver, nem vou perder o meu tempo”. Mas a língua, minha gente, é o chicote da bunda, já diriam os sábios do passado. Estava em casa ontem, já tinha visto dois episódios de séries, banho tomado, casa varrida e ajeitada, então bati os olhos de novo no título do filme. Corajosamente, apertei o botão e comecei a acompanhar. Shlap, é o barulho da língua chicotando a minha bunda.

MULHERES

Claro que a produção que inclui Cameron Diaz, Leslie Mann, “Jaime Lannister” e “Kelly Severide”, não é uma obra-prima Cult, mas é uma comédia super gostosa de conferir. Afinal, o objetivo é ferrar um cara que é mega master infiel. Que mulher não gosta de ver uma coisa dessas? Huahuahuahaua – risada maléfica. Enquanto eu ria, o maridão só ficava de olho: “vocês mulheres são o demônio”. Claro que sim, quem mandou o cara trair a esposa, que se dedicava 100% a ele?

Cameron Diaz é Carly Whitten, uma advogada bem sucedida, que namora pra caramba e tem nada menos que Nicki Minaj como secretária. Até que ela encontrou um cara boa pinta e decidiu investir nesse romance. Gente, ela ia até apresentá-lo para o pai. Coisa séria. Mas bem no dia Mark King – ou Jaime Lannister, como preferir – desmarcou tudo usando a desculpa que um cano havia estourado em sua casa, que ficava fora da cidade. Com os conselhos do pai, Carly aparece na porta de Mark, com uma roupa sexy de encanadora e um desentupidor na mão, mas quem atende a porta? A ESPOSA do Mark, Kate. Carly quebra o salto, quebra um vaso, cai no chão e diz que estava na porta do Mark errado.

mulheres4

Mas mulher não é boba não, só um pouco, às vezes. Kate encontra Carly e questiona se ela está dormindo com seu marido, quando não houve uma negação, ela entra em colapso. Largou toda a vida pra se dedicarem à carreira dele, não teve filhos porque ele não estava pronto e aí descobre isso. Ela toma um porre, abraça e beija Carly e no outro dia retorna. Com uma promessa de que não seriam amigas, esposa e amante chutam o balde, bebem muito, arrumam os cabelos, se maquiam e provam roupas no apartamento de Carly, ao que parece, o inusitado aconteceu e as duas começavam uma amizade.

Claro que o fato de Kate não aparentar ter amiga nenhuma na face da Terra deve ter auxiliado para essa aproximação. O fato é que Kate descobre que além de Carly, Mark tem outra amante, haja fogo nesse homem. Juntas, as três enganadas bolam um plano para se vingar do cara, algo mais constante e doloroso que um chute naquele lugar.

THE OTHER WOMAN

Que diversão! Eu ri muito com a maldade feminina quando tem traição envolvida. Mas também fiquei bem cética quanto a Kate se agrupar com as outras do marido, o que reforça minha opinião que ela não tinha amiga nenhuma e então se apegou nas mais improváveis. Para adoçar a receita, o Severide de Chicago Fire e futuro marido da Lady Gaga, entra no enredo como irmão de Kate, a mulher traída. Ele dá apoio para a irmã, mas só ri e observa quando ela enche a cara com as novas amigas. Quase esqueço de comentar sobre o Thunder, cachorro mais lindão, que dá força pra dona e adora dar umas lambidas na cara dela.

mulheres3

Acontece que o que começou como uma vingancinha por traição se torna algo maior, quando elas descobrem que não era apenas elas que ele vinha enganando. Ah, gostei bastante do enredo, foi divertido conferir e constatei que Cameron Diaz precisa parar de usar botox porque ta ficando muito estranha. Velhice chega para todas, amiga.

O filme é leve, divertido, rende boas risadas e tem até aquelas cenas pastelão. Recomendo.

Beijos e ótima quinta.

Comente com o Facebook: